A HISTORIA DA REFORMA RELIGIOSA NA INGLETERRA

reforma religiosa

  1. E impossivel de dizer quando o cristianismo chegou na Inglaterra.
            
  2. Mas ha evidencia de que os bispos ingleses participaram no Concilio de Arles
    ( AD. 314), e de Ariminium (359), de que ,naquele epoca, existia uma Igreja organizada.
                  
  3. O nome da Igreja que existia antes de chegada de Santo Agostinho de Roma
    ( 596-7) , e IGREJA CELTA. Sua fundacao na Inglaterra e considerada no Seculo II ou III, pelos missionarios de Roma ou Gaules. E com a chegada de S. Agostinho, a Igreja Celta foi obrigado a submeter a Roma no Sinodo de Whitby
    ( 664). Mas algumas Igrejas Celtas permaneceram independente pelos muitos anos na Weles, Ireland e Scotland. ( as diferencas foram a administracao de mosteiro e outras pequenas coisas como o data de Pascoa etc.).
              
  4. No seculo XI, o Rei William , normando, conquistou a Inglaterra sob a bencao de Papa Gregorio VII. E exatamente, nesta epoca de Europa, comecou o conflito entre o poder civil e o poder eclesiastico. Especialmente o problema de investidura dos bispos , de imposto eclesiastico e de posse da terra da Igreja, e de imposto para Igreja.
                
  5. O Papa Gregorio VII quis estabelecer a superioridade da Igreja diante do poder civil , a reforma dos mosteiros, a elevacao do nivel dos ministros ordenados. Sabendo a intencao de Papa, o Rei William quis dominar a Inglaterra civil e eclesiasticamente considerando-o como o rei e chefe da Igreja da Inglaterra. Ele recusou a interferencia de Papa para nomeacao de bispos e abades. Tambem ele recusou a excomunhao dos clerigos e leigos da Igreja e a entrada de Carta papal e a saida dos bispos da Inglaterra sem seu consentimento. E esta liberdade do rei na Inglaterra foi uma das justificacao da separacao de Roma no Seculo XVI.
            
  6. Quando Anselmo foi nomeado como o Arcebispo de Cantuaria pelo Rei Rufus ( filho de Rei William), tentou a estabelecer a supremacia papal na Inglaterra. Mas ele enfrentou grande resistencias de Rei e dos bispos ingleses que apoiaram o Rei Rufus. E Anselmo foi obrigado exilar a Roma duas vezes.
              
  7. Tambem houve grande conflito entre Rei Henrique II e Arcebispo Thomas Becket que causou a morte tragica dele. Inicialmente, Becket recebeu a grande confianca do Rei Henrique II e defendeu o reinado, de influencia da igreja. Mas quando ele foi nomeado como arcebispo de Cantuaria em 1162, ele mudou radicalmente e comecou insistir a supremacia de papado e a independencia da igreja, do reinado. Em 1164, O Rei Henrique II oficializou o acordo entre o reinado e a igreja, formulado pelo Henrique I, como a Constituicao de Clarendon. Dentro desta Constituicao, foram proibidos: apelo ao Papa e saida dos ministros ordenados ao exterior sem o consentimento do rei. Os ministros ordenado
  8. condenados no Corte Eclesiastico, devem julgados no Corte civil. Becket foi, naturalmente, contra esta Constituicao e comecou a luta entre Rei e Becket( esta constituicao permaneceu ate 1827).
              

  9. E evidente que o abade e o bispo na Idade Media tinha as funcoes bem diferentes de hoje. Eles foram nao somente os lideres espirituais e tambem foram os diplomatas, funcionarios publicos altos, lideres militares ou juizes. Eles tinham os poderes de cobrar os impostos e julgar as pessoas e mover acoes militares no seu territorios( 43º Arcebispo de Cantuaria Hubert Walter(1193-1205) participou na Terceira Cruzada e foi grande lider militar. Os episcopados foram dados como recompensa de sua fidelidade ao rei.
              
  10. No seculo XV, John Wycliffe deu grande influencia a Igreja na Inglaterra criticando : a autoridade papal, grande bens eclesiastico, peregrinacao, imagens, reverencias aos restos mortais dos Santos etc. Nesta epoca, os bispos e abades eram grande fazendeiros e viviam como nobres e receberam grande criticas das pessoas humildes da epoca. E os comerciantes tinha grande interesse no comercio exclusivo dos mosteiros e conventos.
             
  11. Apos a morte tragica de Becket, a supremacia de papado foi estabelecida na Inglaterra. A cerca de 400 anos ate a epoca de Reforma Religiosa, ninguem duvidava a supremacia do Papa diante de Rei na Inglaterra. Portanto a Reforma Religiosa na Inglaterra pode ser interpretado como a recuperacao da supremacia do rei diante de papado, separando nao somente religiosamente, mas tambem , politica, juridica, e economicamente de Roma. A grande diferenca da Reforma Religiosa Inglesa comparando com a Reforma religiosa Europeu, e a participacao do congresso. Todas as reformas religiosas por Henrique XIII, Eduardo VI e Rainha Maria foram executados legalmente com a aprovacao do congresso. Portanto, a carateristica da reforma religiosa inglesa foi uma acao do pais.
             
  12. O estabelecimento da supremacia do rei na Inglaterra foi realizado pela anulacao do casamento de Henrique VIII. O que Henrique VIII pediu ao Clement VII foi uma declaracao de papa, confirmando que o casamento entre Henrique VIII e a viuva do seu irmao Artur nao existia desde o comeco conforme a proibicao de Levitico 18:16. Em 1527, Henrique oficializou seu pedido ao Clement VII. E no mesmo ano, 6 de maio, o exercito espanhol invadiu na cidade de Roma e ocupou a cidade. E consequentemente, o Papa Clement VII foi sob o olhar vigilancia de Rei espanhol Carlos V. e ele nao tinha a condicao de prejudicar a tia Catarina do Rei Carlos V. Clement VII concordou a enviar seu embaixador especial a Inglaterra para examinar o caso. Mas o corte promovido pelo embaixador papal encerrou sua atividade sem dar nenhuma decisao em 22/07/1529. Neste momento, Henrique VIII desistiu a solucionar seu problema pela autoridade papal e comecou a procura a solucao no Congresso atraves a legalizacao do caso. Em 1529, o congresso comecou a discutir as reformas. Mas no inicio de 3anos, nao houve o progresso. Mas quando Thomas Cromwell comecou a ter sua lideranca no Congresso, o congresso legalizou muitas leis contra o dominio romano na Inglaterra. Em 1532, o Congresso tirou o poder legislativo do Sinodo da Igreja e declarou que o rei e chefe da Igreja inglesa. Em 1533, o Congresso proibiu o direito de apelo ao Corte papal de Roma. E no mesmo ano, Thomas Cranmer tornou-se o Arcebispo de Cantuaria e anulou o casamento entre Henrique VIII e Catarina e validou o casamento entre Henrique e Ana. Em 1534, o Congresso decretou a [Lei de Supremacia do Rei] e declarou que a Inglaterra e um pais independente e nao recebe nenhuma influencia da autoridade externa e o Rei da Inglaterra e o chefe do estado e ao mesmo tempo, o chefe supremo da Igreja da Inglaterra na terra ( Supreme Head on earth of the Church of England). Com isso, todo poder administrativo, juridico e fisco na Inglaterra passou na mao de rei. Mas Henrique nao quis a meter no assunto da igreja como sermao, o sacramento, excomunhao etc. Em 1537, Henrique VIII autorizou a traducao da Biblia em ingles atendendo os pedidos de Thomas Cromwell e Thomas Cranmer.
           
  13. Em 28/01/1547, Henrique VIII morreu e Eduardo VI sucedeu o reinado. E o Arcebispo Cranmer comecou, livremente, a reforma na Igreja. O Congresso aprovou a [Lei da uniformidade do culto] e foi publicado o primeiro [Livro de Oracao Comum] em 21/01/1549. O objetivo do primeiro LOC e estabelecer a uniformidade do culto no pais e excluir os elementos nao- biblicos do culto, apesar que nao negar a tradicao catolica (universal).
               
  14. Em abril de 1552, o Congresso aprovou a [Segunda Lei da uniformidade do culto] e determinou o uso de novo LOC a parir do Dia de Todos os Santos. Comparando primeiro LOC, este LOC foi mais protestante, iluminando os usos das expressoes como [Missa], [Altar], [Sacrificio] e enfatizou a Igreja inglesa como Igreja Nacional. Tambem ,proibiu os costumes , gestos , paramentos e ornamentacao no altar ligados a Igreja Romana.
  15. Em 1552, o Congresso decretou [os 42 Artigos] ,sob a orientacao de Arcebispo Cranmer. Ele quis excluir as crencas medievais (nao biblica) e ao mesmo tempo, quis preservar a Igreja inglesa na crenca catolica (universal). Portanto, os 42 Artigos nao e um Credo da Igreja inglesa.
            
  16. Em julho de 1553, Rainha Maria I sucedeu o reinado pela morte de Rei Eduardo VI. E ela revogou a [Lei de supremacia do rei], e a [Lei da Uniformidade do Culto] e determinou a volta da Igreja inglesa para a Igreja Romana. Para isso, ela, primeiramente, queimaram os lideres religiosos como Arcebispo Cranmer e outros, acusando-os como os hereges.
              
  17. Em 17/11/1558, a Rainha Elizabete I sucedeu o reinado pela morte de Maria I. E em 28 de abril de 1559, o Congresso, novamente, aprovou a [ Lei de Supremacia do Rei] e a [ Lei da Uniformidade do Culto]. Elizabete I rejeitou o extremo de protestantismo e catolicismo romano e procurou a terceira opcao, chamado [a solucao religiosa de Elizabete]. Assim, definitivamente, surgiu [ a Igreja Inglesa estabelecida pela Lei Nacional]. Elizabete nao quis usar a expressao de [ Chefe supremo da Igreja na terra] e usou a expressao [ Governador supremo da Igreja na Inglaterra]. Atraves novas leis, Elizabete I obrigou os ministros ordenados para usar obrigatoriamente os paramentos clericais. E com a aprovacao do Congresso, ela publicou o Terceiro LOC que mais voltado ao Primeiro LOC. Elizabete I tomou seu atitude moderado aos catolicos romanos nos primeiros 10 anos de reinados. Portanto, a cerca de 200 sacerdotes dentro de 8 mil deixaram a Igreja rejeitando as novas Leis. Sucedendo o ultimo Arcebispo romano de Cantuaria, Reginald Pule, Matthew Parker , em 1559, tornou-se o Arcebispo de Cantuaria, pelos 4 bispos no Palacio de Lambeth, utilizando o Rito de LOC 1552.
                
  18. Em 1563, o Sinodo aprovou os 39 Artigos ( na epoca de Rainha Maria I, os 42 Artigos foram revogados), modificando, parcialmente, os 42 Artigos. Em 1570, o Congresso aprovou os 39 Artigos como o principio que todos os ministros ordenados, universitarios e os funcionarios publicos devem concorda-los ( esta Lei permaneceu ate o inicio de Seculo XIV). Os 39 Artigos esclareceram a posicao doutrinal da Igreja Anglicana diante da Igreja Romana e da Igreja Protestante. E eles deram as grandes influencias a Comunhao Anglicana, mas eles nao foram as confissoes da fe como o Credo Niceno ou o Credo Apostolico. Quando os leigos nao podem concordar com os 39 Artigos, eles podem continuar os membros da Igreja Anglicana.( Elizabete I tirou o Artigo 29 mas o Sinodo, em 1571, reaprovou a inclusao de Artigo 29 e os romanistas, definitivamente, sairam da Igreja Anglicana. Desde 1865, os clerigos somente foram requisitados para confirmar de que LOC contem todas as doutrinas da Igreja Anglicana e nao pode ensinar contrariando os Artigos 39).
            
  19. Em 1570, Papa Pio V publicou Bula Regnans in excelsis e excomungou Elizabete I e aqui houve a separacao definitiva da Igreja Romana.
              
  20. A teologia do Episcopado da Igreja Anglicana foi estabelecida pelos reformadores anglicanos no Seculo XVI: Os reformadores pensaram que nos separamos de Roma mas nunca separamos da Igreja de Jesus Cristo, que o episcopado e unico e o papado somente faz a parte deste episcopado, e tambem, defenderam que antigamente, a Igreja de Roma transmitiu corretamente o evangelho.O Arcebispo de Cantuaria John Whitgift (1583-1604) considerou que o episcopado faz a parte essencial da Igreja universal como a maneira da administracao da Igreja ,mas nao considerou que a Igreja sem episcopado nao pode dar a salvacao e considerou que o episcopado nao e esse da Igreja ou a condicao para obter a salvacao. R.Hooker dividiu a igreja visivel e invisivel e definiu a igreja visivel como a igreja que possui o sinal de unico Senhor, unico Batismo, unica fe e a igreja invisivel e conhecida somente por Deus. E ele defendeu que a Reforma religiosa nao significa da separacao da igreja visivel e a Igreja Anglicana continua sendo a parte da uma igreja catolica e a Igreja Romana e a Igreja Anglicana fazem as partes da uma Igreja catolica visivel. A Igreja cria a ordem eclesiastica e governa-a e a ordem eclesiastica nao cria a Igreja. O episcopado tem sua origem na Biblia e ele representaria diante da Igreja como o sucessor dos apostolos. Pela fe, os apostolos nao tem os sucessores, mas administrativamente possuem os sucessores. Mas o episcopado esta abaixo da Igreja e a Igreja pode tira-lo. Tambem, como a excecao, pode existir a igreja sem episcopado.

               


    home.gif (1186 bytes)
           Home